top of page
faixa teste.png

Blog INFOSW

Por que toda empresa precisa realizar um Pentest?


 

Identificar as falhas de seu sistema de proteção é essencial para uma empresa manter a segurança de suas redes e informações - é isso que o Pentest busca fazer. Também conhecido como Teste de Intrusão (Penetration Test), ele detecta minuciosamente as vulnerabilidades de sistemas e redes.


O Pentest simula um ataque que identifica os pontos fracos da defesa de um determinado sistema. Em outras palavras, é uma verdadeira simulação de uma invasão hacker, que explora as partes que poderiam ser aproveitadas de forma ágil.


Como funciona um Pentest


Para realizar o Pentest, em primeiro lugar, é necessário a ajuda de um profissional da área de segurança da informação. É ele que irá identificar os pontos de melhoria do sistema de proteção. Nesse caso, as empresas de consultoria são comumente contratadas para realizar os testes.



Algumas etapas que podem constituir um trabalho de Pentest


Reconhecimento e coleta de informações


Nessa fase, o profissional que está realizando o Pentest - também chamado de pentester - faz o levantamento do máximo de informações possíveis sobre a empresa-alvo. Tais informações podem ser sobre o ramo de atuação, a existência de filiais, os serviços prestados, os endereços físicos e virtuais, entre outros dados.

Com tudo isso, por exemplo, o pentester consegue identificar a utilização de VPN (Virtual Private Network) e até mesmo coletar os endereços dos servidores DNS (Domain Name Service).


Varredura ou mapeamento de rede


Um especialista deve realizar o mapeamento da rede. Para isso, ele também irá fazer uma varredura do que está presente nela e no sistema.


Ao avançar no processo, é possível descobrir a topologia da rede, os servidores existentes, os sistemas operacionais usados, a quantidade de aparelhos na rede interna e o IP utilizado.


Enumeração de Serviços


Em seguida, depois da varredura, inicia a etapa de análise dos serviços que estão sendo executados e também das portas de acesso para o sistema.


Obtenção de acesso


Reunindo todas as informações anteriores, nessa fase, o profissional vai explorar cada item e buscar pelas vulnerabilidades existentes. Para isso, ele utilizará técnicas específicas - de exploit e brute force - e também tentará encontrar quais informações poderiam ser obtidas pelos serviços que estão vulneráveis.


Exploração da vulnerabilidade


Nessa etapa, o pentester vai explorar as vulnerabilidades encontradas nas fases anteriores. Para isso, pode executar algum programa que recebe comandos remotamente ou mesmo ataques SQL.


Evidência e reporte


Depois de ter identificado e coletado as vulnerabilidades do sistema, um relatório será gerado expondo todos esses pontos vulneráveis, os erros de segurança e os aspectos que precisam de melhoria - como as más configurações e falhas de atualização do sistema.


Passando por essa etapa e contando com a ajuda da área de TI corporativo, finalmente, será possível corrigir os problemas.


O Pentest apresenta diferentes tipos que se distinguem pelas suas formas de execução:


Pentest White Box

Esse é o tipo mais completo, porque avalia toda a infraestrutura da rede. Nele o profissional recebe, com antecedência, todas as informações sobre a estrutura de segurança da empresa.

Pentest Black Box

Pentest Gray Box

Pentest interno

Pentest externo


Com todas essas opções, é preciso identificar qual é a mais apropriada para o contexto da sua empresa. E, com a ajuda de uma consultoria especializada, tomar essa decisão pode ser mais fácil.


Você pode obter esse serviço e garantir a máxima proteção contra invasões cibernéticas aqui na INFOSW TECNOLOGIA, nossa equipe e escolha a melhor opção para a sua empresa!


 

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page